Como fazer marmita fitness para vender

Quando se decide entrar no ramo da alimentação e fazer marmita fitness para vender , é importante compreender que o ser humano tem necessidades de saciedade que precisam ser cumpridas diariamente.

Por isso, você deve se atentar ao que colocar na marmita, não pensando apenas no sabor e na atratividade, mas também no fornecimento das calorias e nutrientes necessários para o seu cliente.

Não se atente apenas ao peso ou quantidade de comida da sua marmita fitness. Isso, é claro, é muito importante, mas a atenção aos nutrientes são a parte essencial.

Nutrientes para uma Marmita Fitness

Nutrientes para uma Marmita Fitness

Esses nutrientes que são indispensáveis na alimentação de qualquer pessoa, esteja ela tentando se alimentar bem ou não, são:

  • Carboidratos
  • Proteínas
  • Gorduras

Carboidratos? Gorduras? Como assim? Calma. Nem tudo que aparenta fazer mal, realmente faz. Existem muitas fontes boas desses nutrientes que são saudáveis e vão te manter saciado e dentro da sua dieta ou reeducação alimentar.

Carboidratos

Carboidratos, apesar de serem constantemente associados à pães, não se restringem a eles. Existem muitas outras fontes desse nutriente essencial para a manutenção da energia do ser humano.

E, é claro, se o carboidrato é fonte de energia, ele não pode ser totalmente eliminado da sua dieta, porque seu corpo gasta uma grande quantidade de energia todos os dias.

A batata-doce, a lentilha, pães e arroz integrais, são algumas das fontes mais saudáveis desse nutriente e são utilizadas em diversas receitas fitness.

Algumas frutas também fornecem uma grande quantidade de carboidrato e merecem um lugar no seu cardápio fitness. Esse nutriente deve compor cerca de 25% do seu prato, portanto, seja cuidadoso na hora de escolher o que usar e preze pelos carboidratos mais leves.

Proteínas

As proteínas têm inúmeras funções no corpo humano e são um consumo indispensável. Apesar de ser um nutriente bem esperado no cardápio, as proteínas também podem ser muito prejudiciais à saúde.

Por isso, é importante fazer uma boa escolha, porque elas ocuparão 25% do seu prato.
Além disso, o seu consumo em excesso pode ser muito prejudicial, causando não só um aumento de peso, mas gerando uma tendência maior a problemas como a aterosclerose, a osteoporose e pedras no rim.

Algumas boas fontes de proteína são o espinafre, a couve, os brócolis, o couve-flor, o pepino e, a mais conhecida, a carne bovina.

Caso opte pela carne bovina como fonte de proteínas, evite consumir pedaços de carne gordurosos e grossos. Cuidado com o tamanho da porção.

Além disso, as outras fontes citadas contêm mais proteína do que a carne bovina. Então, não se limite a ela.

Gorduras

Se você é fã dos fast-food e comidas gordurosas, provavelmente, você está consumindo mais gordura saturada do que deveria.

Isso porque nem sempre as gorduras precisam ser associadas a algo que deve ser evitado, a algo ruim para quem quer emagrecer ou está tentando ter uma alimentação mais saudável. Por isso, isso será desmentido agora: Nem toda gordura é ruim.

A gordura que consumimos pode ser saturada ou insaturada, também conhecidas respectivamente como gorduras ruins e gorduras boas. É a gordura insaturada que você deve incluir na sua marmita fitness.

Elas não devem ser deixadas de lado, pois são responsáveis por equilibrar as gorduras do nosso corpo, como o tão temido colesterol, além de ser benéficas ao coração.

Obviamente, essas gorduras das quais estou falando não são as batatas fritas e pizzas que os seus clientes estavam acostumados a consumir antes de decidir mudar a alimentação.

Essas gorduras são saturadas e têm função oposta às citadas anteriormente. Aumentam o nível de colesterol e também são prejudiciais para o coração.

Algumas das gorduras insaturadas que você pode incluir no cardápio das suas marmitas fitness são o abacate, as nozes e o chocolate amargo. Todos esses ingredientes são bem comuns no consumo de qualquer pessoa, até as que não estão almejando numa alimentação saudável, e irão ajudar o seu cliente a se sentir familiarizado com o prato. Mas, cuidado! Não abuse delas.

Hortaliças

Além desses nutrientes, as hortaliças também são indispensáveis em um prato saudável. E você pode inserir essas hortaliças de uma forma menos óbvia, considerando que elas não serão a parte mais apetitosa da sua marmita fitness para a maioria das pessoas.

Por isso, é importante que você abuse da criatividade na hora de inserir as raízes no seu prato. Alguns exemplos de hortaliças são a cebola, a alface, o repolho e a couve-flor.

Como embalar as suas marmitas fitness

Bom, sabe-se que ainda que você tenha um ponto de venda e não trabalhe exclusivamente com o delivery, a embalagem é um ponto bem importante. É ela que vai decidir se o seu alimento vai ficar quente por mais ou menos tempo, por exemplo. Nesse caso, qual a melhor forma de embalar as marmitas fitness?

Primeiramente, atente-se ao tamanho. Decida se as suas marmitas terão sempre o mesmo tamanho ou oferecerão porções menores e maiores para o seu cliente, isso vai estar relacionado com a quantidade de comida contida dentro da marmita. Se ela ficar cheia demais, poderá vazar.
Atente-se também à escolha de materiais.

Normalmente, as pessoas estão mais acostumadas com as famosas marmitas de alumínio, que são bem práticas, pois podem ser esquentadas e mantém o alimento quentinho por bastante tempo.

O isopor também é uma boa opção, já que também mantém o alimento quente por bastante tempo. O plástico, por fim, também é uma opção comum. Se optar por ela, utilize o plástico polietileno.

Deixe um comentário